Home / Destaque / Doenças pulmonares podem se agravar no outono

Doenças pulmonares podem se agravar no outono

Com o outubo, gradativamente, as altas temperaturas do verão brasileiro vão deixando de fazer parte da rotina e abrem espaço para dias mais amenos do inverno, que se inicia em junho. Porém, essa estação de transição – como é conhecido o outono, e que vale também para a primavera – apresenta oscilações de temperatura bruscas que podem variar entre 12°C a 28°C, o que prejudica a saúde, principalmente quando se fala das doenças pulmonares.

Outra característica dessa época do ano é a redução das chuvas em grande parte do País, conforme indica o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o INPA. Para se ter uma noção, para o período de chuva é estimado 150mm e 400mm, quando no verão, esse número passa de 600mm nas regiões sudeste, centro-oeste e extremo sul do Amazonas. Essa redução pode propiciar um acumulo de poluentes no ar, o que é uma notícia ruim para quem tem asma ou a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

Em lista divulgada recentemente pela Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre os problemas de saúde que merecem atenção desde já, a poluição aparece logo em primeiro lugar. De acordo com eles, nove entre dez pessoas respiram ar poluído no mundo. A mesma lista mostra que a DPOC e outras doenças crônicas são responsáveis por 70% das mortes globais, sendo que dessas, 15 milhões morrem prematuramente entre as idades de 30 e 69 anos.

No Brasil, a OMS estima que 7,5 milhões de pessoas são portadoras de DPOC. A doença é caracterizada pela obstrução do fluxo de ar devido à inflamação dos pulmões decorrente de contato com gases e partículas nocivas que são encontradas em fumaças como na do cigarro, químicos, madeira e, claro, poluição. Os sintomas iniciais são a tosse frequente e o catarro, o que faz com que a doença demore a ser diagnosticada.

Em casos de crise infecciosas quando se tem a DPOC, o uso de medicamentos anti-infecciosos como o moxifloxacino (Avalox, da Bayer) oferece, para 70% dos pacientes, melhora do quadro em até três dias. Para evitar gripes e resfriados, também comuns nessa época, recomenda-se evitar ambientes fechados, agasalhar-se bem em dias de frio mais intenso, usar soro fisiológico para hidratas as narinas.

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.