Home / Destaque / Paraná é o quinto no País na geração de emprego para mulheres

Paraná é o quinto no País na geração de emprego para mulheres

Seguindo a tendência de saldo positivo de empregos no Paraná, nos primeiros 5 meses do ano, o Estado também é destaque na contratação de mulheres. O Paraná é o quinto colocado no ranking nacional da geração de novas vagas de emprego com carteira assinada no Brasil.

Dentre os 100 municípios que mais geraram postos de trabalho para o público feminino, oito são do Paraná, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho. Entre janeiro e maio deste ano, foram criadas em todo o Estado 13.006 novas vagas ocupadas por mulheres.

O presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), Julio Suzuki, diz que os oito municípios paranaenses com destaque no ranking estão em regiões diversas do Estado. “O fato dos municípios estarem espalhados pelo Paraná mostra um Estado com políticas de igualdade eficazes, além de uma recuperação do mercado de trabalho em todo o Paraná”, afirma Suzuki. Ele ainda esclarece que esses números mostram uma recuperação importante, levando em conta o período de pós-crise que o Estado enfrenta.

Na liderança dos setores que mais criaram vagas para mulheres nos primeiros cinco meses de 2018 está o setor de serviços. Sozinho este setor fez 13.078 novas contratações. Em segundo lugar está a Indústria, que também apresenta uma recuperação, tendo gerado 2.228 novas vagas. Suzuki diz que os números positivos no setor industrial é um importante indício da inserção das mulheres nos mercados ocupados prioritariamente por homens.

Das atividades que mais contrataram profissionais femininas no Paraná o atendimento hospitalar lidera o ranking, com um saldo positivo de 1.096 vagas, seguida da atividade de fornecimento e gestão de recursos humanos para terceiros (862 vagas) e atividades ligadas ao ensino fundamental (808).

Na capital paranaense, as atividades líderes na contratação de mulheres estão ligadas ao fornecimento e gestão de recursos humanos para terceiro (862 vagas), teleatendimento (660) e serviços combinados de escritório e apoio administrativo (411).

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.