Home / Destaque / Paraná é reconhecido por campanha contra dengue

Paraná é reconhecido por campanha contra dengue

A Secretaria de Estado da Saúde recebeu nessa terça-feira, dia 20, uma homenagem latino-americana para simbolizar o pioneirismo da campanha de vacinação contra a dengue no Paraná. O Estado foi o único do país a participar do evento “Piura, NO más Muertes por Dengue”.

O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, fala sobre o trabalho de toda a equipe da Vigilância em Saúde. “Empenhamos todos os esforços para estruturar e garantir que o cidadão paranaense tenha acesso a uma rede pública de Saúde de qualidade, com uma equipe preparada e profissionais capacitados. Esse prêmio é um símbolo do nosso compromisso e dedicação com o Paraná”, disse.

O evento foi realizado em Piura, cidade do litoral norte do Peru, região do país com alta frequência dos índices do mosquito da dengue. A Superintendente de Vigilância em Saúde, Júlia Cordellini, diz que as ações preventivas do Paraná vão auxiliar no desenvolvimento de um plano estratégico contra a dengue no município peruano.

“Em novembro, fomos convidados para relatar nossas experiências com o desenvolvimento da campanha da dengue, ações de vigilância e prevenção, e o uso da vacina como mais uma ferramenta no combate à doença”, afirma Cordellini.

O chefe da divisão de Vigilância em Saúde da 19a Regional de Saúde – Jacarezinho, Ronaldo Trevisan, participou dos encontros de discussão e foi o responsável por trazer o prêmio à Secretaria.

“Foi muito gratificante ter participado do evento, mostrar todo trabalho que desenvolvemos aqui no Brasil e levá-lo para outros lugares. Foi um momento de troca de ideias, direcionamento das ações e organização estruturada internacionalmente para o combate da epidemia”, acrescenta Ronaldo.

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.