Home / Destaque / Paraná tem dois médicos para cada mil habitantes

Paraná tem dois médicos para cada mil habitantes

O número de médicos para atender a população paranaense tem crescido de forma expressiva neste século. Segundo informações do Conselho Federal de Medicina (CFM), o Paraná conta atualmente com 26.558 médicos, o equivalente a 5,8% de todos os 457.788 profissionais da saúde espalhados por todas as 27 unidades da federação. Nesta quinta-feira (18), inclusive, é celebrado o Dia do Médico, data em homenagem a São Lucas, um dos quatro evangelistas do Novo Testamento e que era médico. Ele passou parte da vida curando pessoas por onde passava e, por isso, é o padroeiro da medicina.

Desde o ano 2000, o número de médicos no Estado mais do que dobrou.. Há 18 anos, haviam 12.356 para atender uma população de 9,6 milhões de pessoas. Hoje, são 26.558 profissionais para atender 11,4 milhões de pessoas. Isso significa que enquanto a população como um todo cresceu em 18,8% no período, o número de médicos teve variação positiva de 115%.

Se há 18 anos havia no Paraná 1,29 médicos por mil habitantes, hoje esse índice está em 2,34. Assim, o número de médicos por mil habitantes no estado fica acima da média nacional (de 2,2), mas por outro lado fica abaixo da média europeia (3,33) e de países como os Estados Unidos (2,4). De toda forma, está dentro do que João Carlos Simões, editor científico da Revista do Médico Residente, estima ser o ideal para o país (de 2 a 2,5 médicos por mil habitantes).

Apesar desse incremento no número de médicos, contudo, o próprio CFM admitiu, em estudo divulgado no começo deste ano (chamado “Demografia Médica”), que a sociedade ainda não colhe os benefícios esperados por conta dessa abundância de profissionais da saúde, e isso ocorre principalmente por conta da má distribuição da população médica entre diferentes regiões, estados, capitais e municípios do interior.

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.