Home / Destaque / Rede estadual de ensino se prepara para início das aulas

Rede estadual de ensino se prepara para início das aulas

As aulas nas escolas estaduais começam no dia 19 desse mês, mas a rede estadual de ensino já está preparada para o início do ano letivo. As escolas passam por obras de reformas, melhorias e limpeza geral para receber mais de 1 milhão de estudantes. Além disso, as unidades escolares começam a receber as primeiras remessas de alimentos para a merenda escolar e recursos do Fundo Rotativo.

Na semana anterior ao início das aulas, nos dias 15 e 16, os professores se reúnem para a primeira reunião da Semana Pedagógica. O segundo encontro dos docentes será nos dias 26 e 27 de julho. O recesso do meio de ano será entre os dias 16 e 25 de julho. As aulas encerram no dia 19 de dezembro.

“A rede estadual de ensino está preparada para receber nossos alunos e garantir que tenham um ano letivo tranquilo dentro da normalidade”, disse a secretária estadual da Educação, professora Ana Seres. Segundo ela, as escolas estão passando por uma grande transformação com reformas, programas e projetos que darão aos gestores e professores todas as ferramentas necessárias para o bom trabalho e isso irá refletir no processo de ensino e aprendizagem.

SEMANA PEDAGÓGICA – Nos dias 15 e 16 de fevereiro, cerca de 100 mil profissionais da educação se reunirão no primeiro encontro da Semana Pedagógica para estudos e debates relacionados a questões pedagógicas e administrativas.

Os profissionais trabalharão assuntos como o planejamento escolar e as diretrizes curriculares. Já os agentes educacionais I e II vão estudar questões sobre trabalho coletivo na escola e resíduos sólidos.

Durante o primeiro encontro também será lançado a nova versão do aplicativo Escola Paraná para os professores. Desde agosto do ano passado, os alunos da rede estadual de ensino já utilizam o APP que aproxima a comunidade do cotidiano escolar. “A Semana Pedagógica é uma ótima oportunidade para discutir questões pertinentes do cotidiano escolar como as diretrizes pedagógicas e também os principais pontos da Base Nacional Comum Curricular”, disse a secretária Ana Seres.

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.