Home / Cidades / Registro no SIM/POA impulsiona vendas de mercadorias produzidas em Bituruna

Registro no SIM/POA impulsiona vendas de mercadorias produzidas em Bituruna

Desde a implantação do SIM/POA (Sistema de Inspeção Municipal de Produtos de Origem Animal) em Bituruna, a produção local desse tipo de mercadoria aumentou significativamente. No primeiro trimestre de 2018, haviam 83 produtos registrado e 19 empresas cadastradas. Em 2019, este número saltou para 202 produtos de 22 empresas, proporcionando o aumento das vendas de mercadoria locais artesanais nos mercados e açougues da cidade.

O chefe do SIM, Osmar Pedron de Matos, aponta que, durante as visitas de rotina nos estabelecimentos comerciais, está sendo notada a diminuição de produtos de fora do município. “O registro no SIM/POA garante ao consumir a segurança alimentar naquilo que ele está comprando e isso está fortalecendo o comércio local”, explica.

Outro exemplo está na produção de frangos caipira no município. “Há um produtor que quando realizou o registro no SIM começou abatendo 35 frangos semanalmente e chegaram recentemente no abate de 100 frangos por semana. Isso possibilitou ainda que ele contratasse mais funcionários para auxiliar no negócio”, completa Osmar.

A equipe do SIM, que integra a Secretaria de Agricultura, é composta também pelo veterinário Rafael Roveda e pelo fiscal Fiorindo Kotarski, realiza 15 visitas por mês. Entre os produtos registrados estão salames, banha, torresmo, linguiça toscana, costelinha defumada, cortes de frango fracionados temperados, cortes bovinos fracionados temperados, entre outros. Devido às orientações do Sistema de Inspeção Municipal, alguns estabelecimentos já estão iniciando a expansão da produção e da estrutura para solicitar o registro estadual.

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.