Sindicato do Magistério de União da Vitória e Região divulga “moção de repúdio” contra blogueiro

Sindicato do Magistério de União da Vitória e Região divulga “moção de repúdio” contra blogueiro

O Sindicato do Magistério Municipal de União da Vitória e Região divulgou nesta quinta-feira, dia 14 de maio, uma “moção de repúdio” a um blogueiro da cidade que fez uma declaração considerada pela classe como desrespeitosa. A moção ganhou grande repercussão nas redes sociais e muitas pessoas saíram em defesa dos educadores.

Confira a moção na íntegra:

Por unanimidade, a Diretoria do Sindicato do Magistério Municipal de União da Vitória e Região aprovou uma MOÇÃO DE REPÚDIO à manifestação desrespeitosa, divulgada em uma publicação que circulou nas redes sociais nesta quarta feira, dia 13 de Maio de 2020 do Blogueiro Sr. Paulo Lemos, ao expor sua opinião referente a paralisação das aulas presenciais em decorrência das medidas de Prevenção contra o COVID-19, orientadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e normas legais adotadas Pelo Brasil, Estados e Municípios:

Vejamos:

Devemos considerar que o diálogo atual não deve ser “entre direita e esquerda”, mas entre os que pensam em tornar a vida mais fácil diante das dificuldades enfrentadas, o confronto superficial envolto em disputas ideológicas, polarizadas não vai contribuir para solução dos problemas, pelo contrário vamos acentuá-los ainda mais.

Cabe registrar que o pensamento manifestado, causou repulsa e indignação entre a categoria do magistério da região, pois em tempos de excepcionalidade, tanto alunos como professores estão se adaptando para poder colher os ensinamentos e consolidar os conhecimentos, partimos do novo, nos empenhamos com abnegação e profissionalismo, somos sabedores da importante missão que temos que é o ensinar, contudo hoje, precisamos pensar na vida e saúde de nossos alunos, de nossos colegas de profissão e familiares, não escolhemos esta condição, mas por prudência e coerência temos que aceitá-la.

Em tempo, rememoramos o último dia 28 de abril, dia Internacional da EDUCAÇÃO e 15 de Outubro dia do PROFESSOR, não há como desvincular um de outro,a educação é um direito de todos e dever do estado, todos nós devemos colaborar para que ela chegue a quem a espera, nossos Professores são agentes fundamentais nesse processo e merecem o digno reconhecimento e respeito da sociedade, nesse contexto manifestamos o nosso repúdio a tal publicação feita pelo senhor Paulo Lemos, não podemos conceber que a ruína cause mais ruína e que o barulho seja oque interessa, porque o barulho encobre o vazio de ideias, não é isso que necessitamos neste momento em que paira a incerteza e dificuldade.

“A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo”
Nelson Mandela.
SINDICATO DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL DE UNIÃO DA VITORIA E REGIÃO.